NOTÍCIAS

30/09/2016

Estação da Cultura de Montenegro recebe a peça “O Macaco Simão e o Mistério do Rio”

Apresentação do grupo Pregando Peça acontece nesta segunda-feira (03/10), às 14h30min, no Espaço Cultural Braskem

A Estação da Cultura de Montenegro realiza nesta segunda-feira (03/10), às 14h30min, a apresentação da peça de teatro infantil “O Macaco Simão e o Mistério do Rio”, do grupo Pregando Peça. O evento faz parte do projeto Bonecos na Escola e acontecerá no recém inaugurado Espaço Cultural Braskem, com a presença de 300 alunos da rede municipal e estadual de ensino.

A peça conta a história do Macaco Simão, rei da floresta do brejo do rio, que se vê em apuros para resolver um sério problema que aflige os moradores da mata: a poluição do rio e a sujeira da floresta. O trabalho destaca a importância da preservação ambiental e as transformações necessárias que garantam a sobrevivência do meio ambiente. “Esse projeto, além de levar cultura e educação para as escolas, deixa um legado para o futuro do planeta: cidadãos mais conscientes”, destaca Sérgio André, gestor cultural do Pregando Peça.

O projeto Bonecos na Escola é realizado há mais de 30 anos pelo grupo Pregando Peça, de Santa Maria, com o objetivo de proporcionar alternativas de lazer cultural para a comunidade escolar. O grupo é um dos primeiros do Rio Grande do Sul a ter como foco principal a conscientização do uso dos recursos do planeta. A iniciativa tem patrocínio da Braskem e financiamento da Lei de Incentivo à Cultura do Rio Grande do Sul.

Sobre o projeto

A quarta edição do projeto Bonecos na Escola prevê 43 apresentações dos espetáculos de teatro de bonecos “Rapunzel” e “O Macaco Simão e o Mistério do Rio”, do Grupo Pregando Peça, e “A Bolha Luminosa”, do Grupo de Teatro Lumbra, de Porto Alegre. No cronograma há também duas oficinas e três workshops de teatro de sombras para alunos e público em geral, e onze oficinas de teatro de bonecos para professores, que serão realizados em 2017. Todas as atividades devem atender mais de dez mil pessoas, em diversos municípios gaúchos.

Antes dos espetáculos os professores recebem informações para que possam fazer um trabalho prévio em sala de aula. Após as apresentações são desenvolvidas atividades relacionadas à peça, provocando o debate sobre o tema e a criação de resenhas, desenhos, confecção de bonecos, composições musicais, estimulando desta forma atividades lúdicas, criativas e de entretenimento.


Voltar