NOTÍCIAS

30/11/2016

Braskem figura entre as melhores empresas do mundo na gestão de gases poluentes

Pela primeira vez, uma representante da indústria brasileira entra para a "lista A" do CDP, organização internacional que avalia as melhores práticas empresariais contra as mudanças do clima

Comprometida com o desenvolvimento econômico e a sustentabilidade, a Braskem conseguiu um feito inédito para a indústria brasileira, e positivo na luta contra as mudanças climáticas, ao integrar a "lista A" do CDP, que seleciona as melhores empresas de capital aberto do mundo em relação ao gerenciamento da emissão de gases de efeito estufa. Até então, a presença de companhias brasileiras no ranking era inédita.

O ingresso na lista é o reconhecimento de uma estratégia de negócios efetiva e de longo prazo. Em estudo anterior da ONG, a petroquímica já havia sido escolhida como a empresa brasileira mais engajada na preservação do meio ambiente, em uma lista de dez companhias. De acordo com o relatório anual da Braskem, as emissões evitadas acumuladas pela petroquímica totalizaram 5,3 milhões de toneladas de CO2 entre 2008 e 2015. Isso equivale ao plantio de 35 milhões de árvores.

Frente ao desafio de reduzir os efeitos do aquecimento global, Jorge Soto, diretor de Desenvolvimento Sustentável da Braskem, observa que a empresa é parte da solução - no presente e no futuro. "Nossos materiais e produtos, como o Plástico Verde, ajudam a sociedade a reduzir suas emissões", diz.  

Para benefícios ainda maiores para a sociedade e para o meio ambiente, Soto levanta a importância do engajamento da cadeia de fornecedores. O trabalho da empresa levou ao envolvimento de cerca de 100 parceiros. "O que estamos fazendo é relevante. Tenho certeza que este reconhecimento é uma consequência legítima dos esforços coletivos de nossas equipes e do engajamento da cadeia de fornecedores. É uma afirmação de que estamos no caminho certo", reforça.

O executivo da Braskem esteve presente na COP22, este mês, no Marrocos, para acompanhar as próximas discussões de líderes mundiais sobre o aquecimento global e também para apresentar os últimos resultados da Braskem na área da sustentabilidade.

Entenda a avaliação

A avaliação do CDP sobre o controle da emissão de gases poluentes pelas maiores empresas globais está entre as mais importantes e reconhecidas no mundo. Anualmente, a ONG coleta dados de riscos e oportunidades relacionados às mudanças climáticas de quase duas mil companhias com atividades em todos os continentes. O questionário do CDP avalia, em notas de A a D, quesitos como "divulgação", "consciência", "gestão" e "liderança" das empresas sobre a emissão de gases e investimentos em ações de mitigação do nível de poluentes liberados na atmosfera. 

"Por meio do exercício de relato, o CDP propõe que as empresas percorram uma trajetória visando à liderança ambiental, estágio em que não só procuram reduzir seus impactos no meio ambiente, mas também se comprometem com ações positivas diante dos principais desafios ambientais. O reconhecimento da Braskem no 'A List' do Programa Climate Change insere a empresa no seleto grupo de empresas que se diferenciam pelas suas boas práticas na gestão corporativa das mudanças climáticas", afirma Juliana Lopes, diretora do CDP Latin America.

Para o CDP, a "lista A" é uma oportunidade para empresas serem reconhecidas frente aos investidores em relação a sua performance de ações ambientais e sua gestão de riscos impostos pelo aquecimento global, em todos os mercados. Após a ratificação do Acordo de Paris, em 2015, com novas metas contra as mudanças do clima, a organização incentiva mais empresas e seus integrantes a liderarem uma transição para uma economia sustentável e de baixo carbono, capaz de aumentar receitas, e não reduzi-las.


Voltar