NOTÍCIAS

01/08/2018

Braskem apresenta nova resina renovável

Planta do Polo Petroquímico de Triunfo foi adaptada para produção de nova resina à base de cana–de-açúcar que deve atender o setor calçadista, automotivo, de embalagens flexíveis, entre outros

Seguindo a estratégia de fortalecimento da química renovável, a Braskem lança resina produzida a partir da cana-de-açúcar. Destinada a aplicações em setores como calçadista, automotivo, transporte, entre outros, o lançamento chega para ampliar o portfólio I’m green™ da companhia, já mundialmente conhecido pelo polietileno verde, o primeiro biopolímero do mundo a ser produzido em escala industrial, desenvolvido e produzido no Rio Grande do Sul.  

Atenta à competitividade e demanda do mercado, para chegar à esta nova solução, a Braskem fez adaptações na fábrica localizada em Triunfo, no Rio Grande do Sul (RS) para a produção da resina renovável. Com características como flexibilidade, leveza e resistência, ela contribui para a redução dos gases causadores do efeito estufa ao capturar e fixar o CO2 durante o seu processo produtivo.

Desenvolvida em parceria com a norte-americana Allbirds, de São Francisco, Califórnia, a marca é a primeira a empregar a resina EVA (copolímero etileno acetato de vinila) de fonte renovável, uma inovação sustentável da marca I’m greenTM da Braskem, que será utilizada na nova linha de calçados Sugarfootwear. Já disponível nos Estados Unidos, Nova Zelândia, Austrália e Canadá, a nova linha combina conforto, design e sustentabilidade.

“Com isso, a Braskem reafirma a sua liderança em fabricação sustentável para toda a indústria química”, destacou Joey Zwillinger, co-fundador e co-Presidente Executivo da Allbirds. “É uma satisfação enorme para a Allbirds se aliar à Braskem para dar vida a essa alternativa incrivelmente sustentável e compartilhá-la com o resto do mundo”. 

“A parceria com a Allbirds é perfeita para o lançamento da nova resina renovável, pois trata-se de uma empresa que, assim como nós, busca a inovação e sustentabilidade em seus produtos”, comenta Gustavo Sergi, diretor de Químicos Renováveis da Braskem.

Desde que começou a ser produzido, em 2010, o polietileno verde I’m green™, produzido a partir da cana de açúcar, já atraiu a atenção de empresas no mundo todo interessadas em utilizar a solução. Atualmente, ele está presente em mais de 150 marcas na Europa, nos Estados Unidos, na Ásia, na África e na América do Sul.  

A inovação é um dos principais pilares do crescimento da Braskem. “Sempre buscamos reforçar a nossa posição de protagonistas na química do futuro. Como parte dessa estratégia, neste ano iniciamos nossa operação em Boston (EUA), com foco em biotecnologia e materiais avançados”, conclui Sergi.


Voltar